quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

“AT THE DANCE”, FILME INICIADO NOS WORKSHOPS DO FESTIVAL “AVANCA’08”, SELECCIONADO EM LONDRES



“AT THE DANCE”, uma curta-metragem de animação de Xavier Almeida acaba de ser seleccionada para a competição oficial do “6th London Short Film Festival” que decorre na Capital do Reino Unido entre 9 e 18 de Janeiro próximo.“AT THE DANCE” é um filme de ícones urbanos, símbolos, setas de trânsito, anúncios nas ruas, cenários da cidade, ciclo do dia-a-dia, encontros inesperados, tragédias, comédias, solidão, amizade, num permanente recurso às novas tecnologias da animação digital. Este filme está ainda nomeado para a distinção “Beat Happening Award”, a anunciar durante o festival. Xavier Almeida, natural de Válega, Ovar, é Licenciado em Arquitectura, tendo recentemente ganho o 2º Prémio do Salão Internacional de Artes Criativas –SIARC 2008. Autor de ilustrações para a MTV, Red Bull, Fundación Pampero e TMN, o seu primeiro filme de animação “MTV Birth” foi distinguido no Festival de Arouca, nomeado para o “Young Illustrator Award” no Evento Illustrative -Zurich 2008 e Prémio Design “Briefing 2008” na categoria multimédia. Xavier Almeida prepara um novo filme intitulado “A Consequência dos Semáforos” baseado num texto do escritor António Lobo Antunes. “AT THE DANCE” foi um projecto iniciado em Julho passado num dos workshops do Festival Internacional de Cinema AVANCA’08, sendo co-produzido pelo Cine-Clube de Avanca / Filmografo.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

CARTAZES DE “12 ANOS DO FESTIVAL DE CINEMA DE AVANCA” EM EXPOSIÇÃO EM AVEIRO

Os cartazes que desde 1997 marcaram cada uma das edições do “AVANCA – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia”, estão em exposição até 5 de Dezembro na Galeria Labirinto do IPJ em Aveiro.

A mostra é um espaço privilegiado para descobrir a evolução gráfica do festival e a obra do designer Gabriel Rego.
Licenciado em Designer e Comunicação pela Faculdade de Belas-Artes do Porto, Gabriel Rego tem sido o responsável pelo designer do festival de cinema de Avanca.
Desenvolvendo projectos de design gráfico, o seu nome tem estado associado a vários eventos culturais e edições de livros e revistas.
É igualmente docente de áreas artísticas.

A Festival de Cinema de Avanca tem acontecido anualmente na última semana de Julho, reunindo filmes em competição de mais de 60 países e reunindo personalidades do cinema mundial que ali orientam workshops nas diferentes áreas dos audiovisuais.
O AVANCA tem sido considerado o maior evento no espaço europeu de workshops internacionais nesta área de produção cultural.

A exposição poderá ser visitada entre as 9 e as 20 horas até 5 de Dezembro na Galeria Labirinto no Instituto da Juventude, Rua das Pombas em Aveiro.

FALECEU O CINEASTA CARLOS SILVA, AUTOR DE “MORTINHO POR CHEGAR A CASA”


Faleceu no passado dia 15 de Novembro o cineasta Carlos Silva, que em 1996 escreveu e co-realizou a longa-metragem “Mortinho por Chegar a Casa”, um dos maiores sucessos de público e crítica do cinema português.
Tendo sido recentemente membro do Júri Internacional do Festival de Cinema AVANCA’08, Carlos Silva preparava um novo filme que se iria chamar “O Último Contrabandista”.
Nascido em Setúbal, Carlos Silva iniciou a sua carreira como actor no Theâtre de Paris sob a direcção de Luchino Visconti e no cinema com Claude Lelouch.
Em Cannes, foi director do MIP-TV, um dos mais importantes mercados mundiais do cinema e televisão, durante os seus dois primeiros anos de existência.Trabalhando em produção, esteve associado à produção de filmes com figuras míticas do cinema europeu, como Jean Gabin, Gérard Depardieu e Ben Kingsley.
Em Portugal realizou com o holandês George Sluizer “Mortinho por Chegar a Casa”, protagonizado por Diogo Infante e Maria d’Aires, filme premiado em vários festivais.
Este filme foi durante vários anos exibido em várias escolas do Distrito de Aveiro com a presença do realizador que animou debates com os alunos, sempre muito participados. Estas exibições integravam o projecto “Cinema nas Escolas” organizado pelo Cine-Clube de Avanca e o Centro da Área Educativa de Aveiro com o apoio do ICA / Ministério da Cultura.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

FILME “TIMOR LORO SAE” RELEMBRA OS 17 ANOS DO MASSACRE NO CEMITÉRIO DE SANTA CRUZ


Em exibição em Estarreja com a presença de D. Ximenes Belo e em exposição na FNAC em Gaia

“Timor Loro Sae”, a curta-metragem de animação que Vítor Lopes realizou e o Cine-Clube de Avanca produziu, será exibida na próxima quarta-feira às 21h na Biblioteca Municipal de Estarreja.
A exibição contará com a presença de D. Ximenes Belo, antigo Bispo de Dili e Prémio Nobel da Paz, que irá recordar os 17 anos do massacre no Cemitério de Santa Cruz, ocorrido no preciso dia 12 de Novembro.

O filme narra a história do povo timorense que, após 500 anos de colonialismo, resistiu a 26 anos de ocupação indonésia.
Sendo uma obra que se inicia com as lendas da fundação da ilha, é sobretudo um filme sobre a guerra e o sofrimento.

Imagens e desenhos originais do filme estão entretanto em exposição na FNAC de Gaia, assinalando também este dia tristemente célebre.

Vítor Lopes é um dos realizadores portugueses mais premiados internacionalmente tendo este seu filme sido distinguido em Portugal, mas também na Grécia, Itália e Paquistão.
Vítor Lopes é um dos realizadores da primeira longa-metragem do cinema de animação português “Até ao Tecto do Mundo” e dois dos seus mais recentes trabalhos, “Living in the Trees” e “10 ways to eliminate a Buddhist Monk”, estão entretanto na competição internacional do CINANIMA (Festival Internacional de Cinema de Animação a decorrer esta semana na Cidade de Espinho).

O Cine-Clube de Avanca produziu “Timor Loro Sae” com apoio financeiro do ICAM / Ministério da Cultura, RTP e C. M. Estarreja, tendo estreado esta obra no AVANCA'04, o Festival de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia que fará 12 anos na sua nova edição de Julho de 2009.

sábado, 1 de novembro de 2008

“COMO TRIUNFAR COMO ARGUMENTISTA” NA FNAC


O livro “Como Triunfar como Argumentista”, de Linda Seger foi apresentado no passado dia 24 de Outubro na FNAC do Gaiashopping.

O evento contou com a presença dos tradutores Carlos Simões e Marlene Araújo, do responsável pela revisão Fernando Ferreira Alves, da Universidade do Minho, e pela responsável editorial Cláudia Ferreira, da Universidade de Aveiro.

Publicado pelas Edições Cine-Clube de Avanca, “Como Triunfar como Argumentista”, foi concebido para despertar a criatividade e para ensinar ao escritor o processo do acto criativo no contexto da escrita de argumento.
Linda Seger combina ferramentas para pensar e escrever de forma mais criativa com o saber fazer da profissão de argumentista.

Linda Seger é autora de vários livros sobre argumento cinematográfico, conferencista e uma conceituada analista de argumentos. Vários dos seus livros transformaram-se em best-sellers no mercado americano, nomeadamente “Making a Good Script Great”, “Creating Unforgettable Characters” e “Making a Good Writer Great”.
Desde 1981, Linda Seger tem trabalhado como consultora de argumento em mais de 2000 filmes e programas de televisão, alguns deles realizados por Peter Jackson, John Boorman, Clint Eastwood, Abel Ferrara, Roland Emmerich, John Irvin, Kayo Hatta, etc. Colaborou com variadíssimas companhias do cinema e televisão de todo o mundo, nomeadamente as norte-americanas ABC, CBS, NBC Networks, Disney, Turner Network, organizações profissionais como a Motion Picture Academy, American Film Institute e grémios de realizadores e argumentistas nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Rússia e em vários países europeus. Professora de argumento em numerosas universidades americanas (UCLA, USC, Grand Canyon College, McPherson College, University of LaVerne. The Colorado College, UC-Santa Barbara, Biola College, University of Wisconsin), tem leccionado em diversas escolas de cinema e televisão na Suiça, Dinamarca, Austrália, Alemanha e Rússia.Tendo realizado seminários e consultadoria em mais de 30 países, Linda Seger esteve pela primeira vez em Portugal a orientar um workshop integrado no Festival de Cinema AVANCA’08, que decorreu no passado mês de Julho.

A tradução para a língua portuguesa deste best-seller inscreve-se na aposta das Edições Cine-Clube de Avanca em editar obras cimeiras na área dos audiovisuais.
“Como Triunfar como Argumentista”, cujo subtítulo é “Um livro de exercícios sobre criatividade”, é o número 7 da Colecção Comunicação e Arte.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

“ATÉ AO TECTO DO MUNDO” EM HOLLYWOOD


“Até ao Tecto do Mundo”, o primeiro filme português de longa-metragem de animação, produzido pelo Cine-Clube de Avanca e realizado por Carlos Silva, Costa Valente e Vítor Lopes, vai estar na competição oficial do “12th Hollywood Film Festival” que decorre entre 22 e 27 de Outubro naquela cidade norte-americana

“Até ao Tecto do Mundo” irá ser exibido no domingo dia 26 pelas 14 horas no complexo de cinemas Arc Light do Sunset Boulevard, no centro de Hollywood, um dia antes da Gala dos “12th Annual Hollywood Awards” onde serão atribuídos os prémios do festival e os da indústria norte americana de cinema.
Esta organização, que decorre todos os anos no Hilton de Beverly Hills, premiou no ano passado Richard Gere, John Travolta, Marc Forster, Ben Affleck, Ellen Page, Casey Affleck, entre outros.
“Até ao Tecto do Mundo”, que foi já distinguido em festivais de cinema do Canadá e EUA, tem vindo a ser exibido em vários festivais internacionais a decorrer em países de vários continentes.

“Até ao Tecto do Mundo” é o primeiro filme português de animação realizado integralmente em Portugal, tendo sido produzido no estúdio de animação de Avanca, Distrito de Aveiro.
Este filme é também o primeiro filme produzido em todo o mundo com uma nova tecnologia de animação vectorial 2D utilizando estruturas de animação, com um contexto tecnológico de produção que foi objecto de investigação no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro.

“Até ao Tecto do Mundo” é um filme para crianças. Num Reino em que tudo é proibido, o Rei constrói no castelo uma infindável torre, enquanto a floresta, fornecedora de todos os materiais, vai sendo dizimada. O jovem protagonista do filme tenta salvar a floresta, mas… apaixona-se...
Com música do Maestro António Vitorino d’Almeida e vozes de Isabel Queirós Ângela Marques, Fernando Mendonça, Jorge Vasquez, Lucinda Afonso, Nuno Simões, Patrícia Franco, Pedro Mendonça, Rui Lopes, Rui Oliveira e Rute Pimenta, “Até ao Tecto do Mundo” foi produzido com o apoio financeiro do ICA / Ministério da Cultura, da RTP e com participações diversas, nomeadamente do Instituto da Juventude.
Entretanto e entre 28 de Outubro e 13 de Novembro, “Até ao Tecto do Mundo” irá também integrar a selecção oficial do “6º Festival Internacional de Cinema para a Infância de Istambul” na Turquia. Para este festival, a organização está já a proceder à dobragem para a língua turca, estando previstas 15 exibições do filme ao longo do festival. Como convidado “Até ao tecto do Mundo” será igualmente exibido na Cidade da Horta nos Açores, integrando a programação do Festival de Cinema do Faial.

CÃES MARINHEIROS em 12 festivais internacionais


CÃES MARINHEIROS, uma curta-metragem de animação realizada por Joana Toste e de autoria conjunta com André Ferrão, produzida pela Filmógrafo no estúdio de animação do Cine-Clube de Avanca, foi seleccionada para a competição oficial de vários festivais de cinema que se irão realizar proximamente em vários países.

Os festivais onde irá estar em competição nos meses de Outubro e Novembro são Valdivia International Film Festival na Valdivia, Chile que esta a decorrer até dia 8 de Outubro; FENAVID Internacional Festival na Bolivia que decorre até ao dia 10; Festival International du Film d'Animation -CINEMATOU em Geneve, Suiça a decorrer até ao próximo dia 12; Animest International Film Festival em Bucareste, Roménia que está igualmente a decorrer até dia 12; El Ojo Cojo – Madrid, Espanha de 11 a 18; Biennial of Animation Bratislava na Eslováquia de 14 a 18; International Animated Film Festival in Vilnius Tindirindis na Lituânia;e ainda este mês estará presente na 51ª edição do International Leipzig Festival for Documentary and Animated Film em Leipzig na Alemanha que decorrerá desde o dia 27 do corrente mês a 2 de Novembro; no Big Cartoon Festival em Moscovo, Russia que decorre de 01a 16 de Novembro; 38º Roshd International Film Festival em Teerão, Irão de 3 a 10 de Novembro; 28º Amiens International Film Festival em Amiens, França, de 7 a 16 de Novembro e ainda estará presente no Cinemagic World Screen Festival for Young People em Belfast, Reino Unido de 13 a 30 de Novembro.
CÃES MARINHEIROS, tendo já sido distinguida nos festivais CINANIMA e AVANCA, tem tido uma presença constante em festivais de cinema de todo o mundo, nomeadamente na Alemanha (Stuttgart), Austrália (Melbourne), Austria (em Ebensee e Viena), Bélgica (Bruxelas), Bosnia Herzegovina, Brasil (Rio de Janeiro e São Paulo), Canadá (Rimouski), Colombia, Coreia (em Jeonju e Seoul), Espanha, França, Georgia, Grécia, Holanda, Irão, Itália (em Palermo, Roma, Siena, Rimini e Verona), Nova Zelândia, Japão (Toquio), Polónia (Lodz), República Checa, Reino Unido, Sérvia, Suécia e Suiça.Baseado numa história do Helberto Helder, CÃES MARINHEIROS conta a história de um casal de cães que têm um marinheiro para lhes guardar o jardim. CÃES MARINHEIROS foi financiado pelo ICA/Ministério da Cultura, pela RTP e pela Câmara Municipal do Porto.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

“LIVING IN THE TREES”, SÉRIE DE ANIMAÇÃO PRODUZIDA PELA FILMÓGRAFO E CINE-CLUBE DE AVANCA EM COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS


“Living in the Trees” do realizador Vítor Lopes, série de animação produzida pela Filmógrafo e Cine-Clube de Avanca foi seleccionada para a competição oficial de vários festivais de cinema.
Esta série é constituída por pequenos filmes de animação protagonizados por 2 pássaros empoleirados num ramo de uma árvore, nos contam de forma corrosiva e sem palavras, situações políticas e sociais.
Em 26 de Setembro, “Living in the Trees” irá estar em competição no “Festival International de Cinema Jeunesse de Rimouski” no Canadá. Este festival conta ainda com duas outras obras produzidas em Avanca na sua selecção oficial, são elas a curta-metragem de animação “Cães Marinheiros” de Joana Toste e a primeira longa-metragem da animação portuguesa “Até ao Tecto do Mundo”, de que Vítor Lopes é um dos co-realizadores.
Em Outubro, “Living in the Trees” irá estar na competição do “21th Festival du Film d’Animation pour la Jeunesse - Bourg-en-Bresse 2008”.
Em Novembro irá integrar a competição internacional do “CINANIMA – 32º Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho”. Vítor Lopes terá neste festival uma outra série de animação na competição internacional, intitulada “10 Days to Eliminate a Buddhist Monk” e na competição do Prémio António Gaio e Prémio FNAC, o filme “Irmãos Desastre II”.
A participação das produções de Avanca no Cinanima deste ano, complementa-se ainda com as curtas-metragens “Ganância” de Cláudio Sá e “AVANCA’08” de António Osório, ambas participantes no Prémio Jovem Cineasta.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

NOVO PRÉMIO NOS ESTADOS UNIDOS PARA “ATÉ AO TECTO DO MUNDO”, A PRIMEIRA LONGA-METRAGEM PORTUGUESA DE ANIMAÇÃO


“Até ao Tecto do Mundo”, o primeiro filme português de longa-metragem de animação, produzido pelo Cine-Clube de Avanca e realizado por Carlos Silva, Costa Valente e Vítor Lopes, acaba de receber o “Prémio do Melhor Filme em Língua Estrangeira” do INDIE FEST USA, em Anaheim no estado norte-americano da Califórnia.

Tendo sido exibido no AMC Downtown Disney de Anaheim, próximo de Los Angeles, “Até ao Tecto do Mundo” recebe assim o seu terceiro prémio no continente americano.
“Até ao Tecto do Mundo” foi recentemente distinguido com o 2º Prémio do BRIDGE FEST em Vancouver no Canadá e com o 6ºlugar no “Twin Rivers Media Festival” na cidade norte-americana de Asheville no estado da Carolina do Norte.

“Até ao Tecto do Mundo” é o primeiro filme português de animação realizado integralmente em Portugal, tendo sido produzido no estúdio de animação de Avanca, Distrito de Aveiro.
Este filme é também o primeiro filme produzido em todo o mundo com uma nova tecnologia de animação vectorial 2D utilizando estruturas de animação, com um contexto tecnológico de produção que foi objecto de investigação no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro.

“Até ao Tecto do Mundo” é um filme para crianças. Num Reino em que tudo é proibido, o Rei constrói no castelo uma infindável torre, enquanto a floresta, fornecedora de todos os materiais, vai sendo dizimada. O jovem protagonista do filme tenta salvar a floresta, mas… apaixona-se...
Com música do Maestro António Vitorino d’Almeida e vozes de Ângela Marques, Fernando Mendonça, Isabel Queirós, Jorge Vasques, Lucinda Afonso, Nuno Simões, Patrícia Franco, Pedro Mendonça, Rui Lopes, Rui Oliveira e Rute Pimenta, “Até ao Tecto do Mundo” foi produzido com o apoio financeiro do ICA / Ministério da Cultura, da RTP e com participações diversas, nomeadamente do Instituto da Juventude.

Entretanto e durante o mês de Setembro, “Até ao Tecto do Mundo” irá ainda integrar a selecção oficial do “7º Festival Internacional NUEVA MIRADA” em Buenos Aires na Argentina, do “Wildwood By The Sea Film Festival 2008” em New Jersey nos EUA, e no Canadá irá integrar a competição do Festival de Cinema para a Juventude de Rimouski. Neste último festival, duas curtas-metragens de animação portuguesas foram ainda seleccionadas para a competição oficial. Trata-se de “Cães Marinheiros” de Joana Toste e “Living in the Trees” de Vítor Lopes, ambos os filmes produzidos pelo Cine-Clube de Avanca / Filmógrafo.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

“ATÉ AO TECTO DO MUNDO”, A PRIMEIRA LONGA-METRAGEM PORTUGUESA DE ANIMAÇÃO, SELECCIONADA PARA A ÍNDIA, ESTADOS UNIDOS E JAPÃO


“Até ao Tecto do Mundo”, o primeiro filme português de longa-metragem de animação, produzido pelo Cine-Clube de Avanca e realizado por Carlos Silva, Costa Valente e Vítor Lopes, foi seleccionado para participar na competição oficial do “CHINN India Kids film Festival” de Nova Deli na Índia e no “Indie Fest USA” que irá decorrer no estado da Califórnia nos Estados Unidos da América.
Também o Festival de Hiroshima no Japão irá exibir a longa-metragem portuguesa por convite expresso da directora do festival,

“Até ao Tecto do Mundo” será assim exibido em várias cidades do estado de Nova Deli até ao dia 8 de Agosto com uma assistência prevista de cerca de 10.000 jovens indianos, segundo a organização do festival.

Integrando a competição oficial do festival californiano “INDIE FEST USA”, “Até ao Tecto do Mundo” será exibido a 14 de Agosto no AMC Downtown Disney de Anaheim, a cerca de meia hora de Los Angeles. O “INDIE FEST USA” integra a “AICAA – Academy of Independent Cinema Art and Artist”, exibindo sobretudo filmes norte-americanos, canadianos e australianos.

Em Hiroshima, “Até ao Tecto do Mundo” será exibido no dia 7 de Agosto a convite da Senhora Sayoko Kinoshita, directora do Festival e também presidente da ASIFA Internacional.
Do seu convite transcrevemos:
“Será magnifico exibir a primeira longa-metragem da animação portuguesa no HIROSHIMA 2008!! O povo Japonês tem um especial carinho pelo vosso país, em particular fruto das relações históricas entre os dois países desde tempos remotos.”

“Até ao Tecto do Mundo” foi recentemente distinguido com o 2º Prémio do BRIDGE FEST em Vancouver no Canadá e com o 6ºlugar no “Twin Rivers Media Festival” na cidade norte-americana de Asheville no estado da Carolina do Norte.

“Até ao Tecto do Mundo” é o primeiro filme português de animação realizado integralmente em Portugal, tendo sido produzido no estúdio de animação de Avanca, Distrito de Aveiro.
Este filme é também o primeiro filme produzido em todo o mundo com uma nova tecnologia de animação vectorial 2D utilizando estruturas de animação, com um contexto tecnológico de produção que foi objecto de investigação no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro.

“Até ao Tecto do Mundo” é um filme para crianças. Num Reino em que tudo é proibido, o Rei constrói no castelo uma infindável torre, enquanto a floresta, fornecedora de todos os materiais, vai sendo dizimada. O jovem protagonista do filme tenta salvar a floresta, mas… apaixona-se...
Com música do Maestro António Vitorino d’Almeida e vozes de Ângela Marques, Fernando Mendonça, Isabel Queirós, Jorge Vasques, Lucinda Afonso, Nuno Simões, Patrícia Franco, Pedro Mendonça, Rui Lopes, Rui Oliveira e Rute Pimenta, “Até ao Tecto do Mundo” foi produzido com o apoio financeiro do ICA / Ministério da Cultura, da RTP e com participações diversas, nomeadamente do Instituto da Juventude.

JOAQUIM DE ALMEIDA E O FILME “OSCAR. UNA PASIÓN SURREALISTA” VENCEDORES DO AVANCA’08


FILMES DA ARGENTINA, ALEMANHA, BÉLGICA, ESPANHA, IRÃO, HOLANDA, POLÓNIA E PORTUGAL ENTRE OS PREMIADOS DO AVANCA’08


Terminaram os “Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia – AVANCA’08”, encerrando 10 dias de festival e 5 dias de competições e workshops internacionais.
Comemorando a décima segunda edição, no AVANCA’08 e em diferentes categorias, foram seleccionados e exibidos 96 filmes provenientes de 21 países, dos quais 83 em estreia nacional. Filmes da Argentina, Alemanha, Bélgica, Espanha, Irão, Holanda, Polónia e Portugal foram premiados no AVANCA’08.

“Óscar. Una pasión surrealista”, do realizador espanhol Lucas Fernández, arrebatou o Prémio Cinema para a Melhor Longa-metragem, tendo o Prémio para o Melhor Actor sido atribuído a Joaquim de Almeida que protagoniza este filme.

Foram ainda distinguidas com Menções Especiais as longas–metragens “Khadak” de Peter Brosens e Jessica Woodworth (Alemanha, Bélgica, Holanda) e “Les Anges de Satan” de Ahmed Boulane (Marrocos).

A actriz argentina Celina Fuks foi distinguida com o Prémio para a Melhor Actriz pela sua participação no filme “Un vaso de soda” de Adriana Yurcovich (Argentina).

A curta-metragem belga “Missing” de Matthieu Donck ganhou o Prémio Curta-Metragem e o Prémio Argumento.

O Prémio Televisão foi atribuído ao documentário “La boite à tartines” da belga Floriane Devigne. Nesta categoria foram ainda atribuídas menções honrosas a “Yo Y Mi Terraza” de Ana Rodriguez Rosell (Espanha) e “Polowa Minie” da polaca Justyna Tafel.

O filme “Berni’s Doll” do realizador francês Yann Jouette venceu o Prémio Vídeo.

Na competição multimédia foi premiado “Webanimation” do alemão Timm Osterhold.

O Prémio Animação distinguiu o filme Alemão “Trickster” de Alexander Pohl, tendo “Monsieur Cok” do francês Franck Dion recebido uma Menção Honrosa.

Finalmente o Prémio Melhor Fotografia foi atribuído ao Lituano Rimvydas Leipis, em “Khadak” de Peter Brosens e Jessica Woodworth.

Uma das categorias mais esperadas deste ano era a “Competição Avanca” que reunia um elevado número de filmes em competição, com a particularidade de todos serem produções da região.
O Prémio foi atribuído à curta-metragem de animação “O Acidente” de André Marques, co-realizado por C. Silva.


Quatro júris constituídos por 21 individualidades de 8 Países, atribuíram 11 prémios e 5 menções honrosas.

O Júri Internacional de Cinema e Vídeo foi constituído pelos realizadores Carlos Silva de Portugal, Lars Henning da Alemanha e Dorna Van Rouveroy da Holanda, pelo produtor holandês Ruud Den Dryver e pela museóloga e directora do Teatro Aveirense Maria da Luz Nolasco

O Júri da Competição Televisão foi constituído pelos realizadores Bernardo Cabral e João Católico, pelo compositor Joaquim Pavão, pela jornalista Carmen Martins e pelo cineclubista e psicólogo Rui Morais.

Na Competição Multimédia o júri foi constituído por Andrea Stranska da República Checa, Simon Murgelj e Carman Sabina da Eslovénia, Zoe Marawetz do Canadá, Milanovic Petar e Prole Aleksanra da Sérvia e Krzstof Pyda da Polónia.

O Júri da Competição Avanca foi constituído pelos professores do ensino superior José Quinta Ferreira e António Teixeira, pelo crítico e cineclubista Armando Caramelo e pelo realizador e professor Acácio Carreira.

O AVANCA’08 foi ainda marcado pelos 8 workshops internacionais que decorreram ao longo de todo o festival, orientados por personalidades da Alemanha, EUA, Lituânia, Reino Unido, Rússia e Portugal, tendo registado um número recorde de inscrições.

O AVANCA’08 acontece todos os anos em Avanca no Distrito de Aveiro e é uma organização do Cine-Clube de Avanca e Câmara Municipal de Estarreja com o apoio do ICA / Ministério da Cultura, Instituto Português da Juventude, Região de Turismo Rota da Luz, INATEL, Governo Civil de Aveiro, DeCA / Universidade de Aveiro, ESAP, Junta de Freguesia, Agrupamento de Escolas e Paróquia de Avanca, para além de várias entidades e empresas da região.

NOVO PRÉMIO EM ITÁLIA PARA O FILME "ESPERÂNSIA"


O filme de animação “Esperânsia” de Cláudio Jordão, produzido pelo Cine-Clube de Avanca, acaba de ganhar o Prémio do Melhor Filme de Animação da 6ª edição do Festival Internacional de Cinema de Curta-metragem “Salento Finibus Terrae” na região de Puglia em Itália.

Cláudio Jordão esteve a convite da organização em Itália, tendo recebido em mão o trofeu correspondente.
Este é o oitavo prémio que é atribuído a este filme de animação 3D, tendo sido igualmente distinguido na Macedónia, no Festival de Giffoni (Itália) e em Portugal.

Cláudio Jordão, tendo leccionado animação na Universidade do Algarve, é um especialista da animação 3D, trabalhando essencialmente em publicidade, onde 4 dos seus filmes foram exibidos no “Festival Internacional de Publicidade de Cannes”. Dois deles integraram a prestigiosa “short-list” de Cannes.
Sendo a produção do realizador e do Cine-Clube de Avanca, esta obra é um hino ao amor, onde a espera e a esperança são o mote para um filme que tem a particularidade de ser o primeiro filme de autor que se conhece, em animação 3D, construído num único plano-sequência.

"Esperânsia" será ainda exibido em setembro na Hungria, integrando a competição oficial da quinta edição do "CINEFEST" em Miskolc.

Entretanto, a sua mais recente obra “4 Amiguinhos”, co-realizado com Nelson Martins, foi exibido no “AVANCA’08 – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia” que decorreu até 27 de Julho.

sexta-feira, 11 de julho de 2008

FESTIVAL AVANCA’08 APRESENTA PROJECTOS DE RISCO NA ÁREA DO CINEMA


O “AVANCA’08 – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia”, cuja competição internacional se inicia no próximo dia 23 até 27 de Julho, terá este ano pela primeira vez um espaço de apresentação de projectos de risco na área do cinema.
Este espaço pretende assim dar visibilidade a projectos cinematográficos que alguns produtores e realizadores portugueses estão a desenvolver, assumindo elevados riscos criativos e financeiros, mas sobretudo assumindo projectos de elevada dificuldade de concretização.

Nesta 12º edição do festival AVANCA, dois projectos serão apresentados pelos autores que animarão um debate sobre estes filmes de produção arrojada.

O primeiro é um documentário da autoria de Luís Costa sobre a viagem atribulada num pequeno veleiro que durante um ano percorreu o Oceano Atlântico até ao Brasil na rota comemorativa dos 400 anos do nascimento do Padre António Vieira.
Partindo do Porto de Aveiro, 4 homens comandados pelo Professor Abreu Freire empreenderam uma viagem marcada por sucessivos contratempos, fustigada pelo mau tempo, a que se juntou o assalto ao largo de Cabo Verde por piratas que acabaram por levar o equipamento de filmagem. O desafio de como terminar este projecto será um dos temas em debate.

O segundo projecto será apresentado pelo produtor e realizador Bernardo Cabral que nos Açores terminou a primeira longa-metragem produzida integralmente por profissionais açoreanos.
Intitulada “Hotel da Noiva”, interpretado por Belarmino Ramos, Lúcia Caixeiro, Mário Roberto, Helena Sousa, Solange Vieira, Mário Lima, Ana Couto, José Melo e Alda Raposo, com música de Hugo França e Horácio Medeiros, este projecto tem argumento do realizador Bernardo Cabral e marca o início da produção de cinema de ficção nos Açores.
O AVANCA’08 fará ainda uma ante-estreia deste filme ao longo da sua programação.

domingo, 29 de junho de 2008

10 PERSONALIDADES DO CINEMA MUNDIAL ORIENTAM WORKSHOPS NO FESTIVAL AVANCA’08


10 personalidades, oriundas de diversos países, irão estar no “AVANCA’08 – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia”, a orientar espaços de trabalho sobre temas tão variados como a realização, o trabalho do argumento, a direcção de actores, a animação, o documentário, a montagem e a imagem cinematográfica.

Tendo aberto agora as inscrições para a participação nos trabalhos deste evento, esta 12º edição do AVANCA’08 decorre este ano entre 23 e 27 de Julho próximo.

Linda Seger, a mais emblemática consultora norte-americana de escrita de argumentos e autora de “best-sellers” na área, o documentarista lituano Romas Lileikis e Presidente da República Independente do Uzupis, o realizador russo de animação Konstantin Bronzit, distinguido com mais de 100 prémios incluindo todos os grandes prémios dos principais festivais de animação, Toke Constantin Hebbein, realizador alemão vencedor do Óscar para o Melhor Filme Estrangeiro na modalidade de escolas de cinema, Mikhail Segal, a grande revelação do cinema russo e autor da super-produção “Franz+Polina”, Félix Novo de Oliveira, director de fotografia alemão, de origem portuguesa, várias vezes prémio Kodak e vencedor do “Panavision Special Award” no Camerimage 07, o artista multimédia e académico inglês Dane Watkins, são algumas das personalidades que irão estar presentes.
De Portugal, estará ainda Carlos Silva, um dos realizadores da primeira longa-metragem de animação portuguesa recentemente premiada “Até ao Tecto do Mundo”, o documentarista Miguel Marques, autor do “Grandes Esperanças” e o realizador e investigador na área da alta definição Fernando Augusto Rocha.

Estes trabalhos serão coordenados pelos professores universitários Anabela Oliveira (UTAD), Albano Lemos Pires (ESAD), Manuel F. Costa e Silva (ESAP), pelos realizadores Graça Gomes, José Alberto Pinto, Nelson Martins e os designers multimédia Marlene Peres e Vítor Ferreira.

Sendo uma tradição iniciada em 1997, os “Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia – AVANCA’08” têm vindo a ser considerados como o maior espaço na Europa de workshops internacionais de cinema e audiovisuais. Integram ainda uma competição internacional de filmes inéditos em Portugal, para a qual chegaram a Avanca obras de 65 países e a Competição Avanca com obras produzidas na região.

O AVANCA’08 acontece todos os anos em Avanca no Distrito de Aveiro e é uma organização do Cine-Clube de Avanca e Câmara Municipal de Estarreja com o apoio do ICA / Ministério da Cultura, Instituto Português da Juventude, Região de Turismo Rota da Luz, INATEL, DeCA / Universidade de Aveiro, ESAP, Junta de Freguesia, Agrupamento de Escolas e Paróquia de Avanca, para além de várias entidades locais.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

FILMES DO FESTIVAL DE CINEMA DE AVANCA EM TIMOR LORO-SAE


Durante o próximo mês de Junho, vários filmes premiados nos “Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia – AVANCA”, irão ser exibidos em Timor Loro-Sae, numa organização conjunta do Festival de Avanca, do CAH – Cine Angra do Heroísmo e da Universidade Nacional Timor Lorosa’e.
Entre os filmes em exibição, irá estar a curta-metragem de animação “Timor Loro-Sae” de Vítor Lopes, que sendo uma visão pessoal do realizador sobre a história deste país, foi objecto de vários prémios internacionais.
Com sessões previstas para várias cidades de Timor, nomeadamente Dili e Baucau, esta extensão do Festival de Avanca será apresentada por Manuel Salvador Lima que dirige a extensão do Avanca nos Açores.
Os Encontros de Avanca comemoram este ano a sua décima segunda edição, reunindo todos os anos filmes inéditos em Portugal, numa selecção única proveniente de mais de 60 países e constituída por filmes de longa e curta-metragem, ficção, animação e documentários.
Tradicionalmente o Avanca reúne um conjunto singular de workshops internacionais dirigidos por nomes maiores do cinema e do audiovisual mundial, para além de reunir a produção audiovisual da região numa competição específica intitulada “Competição Avanca”. No último ano, esta competição reuniu um número “record” de produções inscritas e seleccionadas, demonstrativo da importância que a produção audiovisual hoje tem no Distrito de Aveiro.
O Festival de Avanca é uma organização do Cine-Clube Avanca com a Câmara Municipal de Estarreja, recebendo apoio do ICA / Ministério da Cultura, Instituto da Juventude, Região de Turismo Rota da Luz, Inatel, Junta de Freguesia, Agrupamento de Escolas e Paróquia de Avanca, para além de várias entidades locais.

terça-feira, 20 de maio de 2008

PREMIOS NO CANADÁ E NOS EUA PARA “ATÉ AO TECTO DO MUNDO”, A PRIMEIRA LONGA-METRAGEM PORTUGUÊSA DE ANIMAÇÃO.


“Até ao Tecto do Mundo”, o primeiro filme português de longa-metragem de animação, produzido pelo Cine-Clube de Avanca e realizado por Carlos Silva, Costa Valente e Vítor Lopes, acaba de receber o 2º Prémio do BRIDGE FEST, no Canadá, em Vancouver.
“Até ao Tecto do Mundo” tinha sido nomeado para a competição internacional de animação entre 16 finalistas maioritariamente norte-americanos, mas também do Canadá, Reino Unido, Nova Zelândia e África do Sul.
Tendo sido exibido na passada quinta-feira nos “Screenings” do Festival de Cannes em França, este filme acaba de integrar também, a lista dos premiados do festival norte-americano “Twin Rivers Media Festival” na cidade norte-americana de Asheville no estado da Carolina do Norte, onde foi distinguido com o 6ºlugar
“Até ao Tecto do Mundo” é o primeiro filme português de animação realizado integralmente em Portugal, tendo sido produzido no estúdio de animação de Avanca, Distrito de Aveiro.
Este filme é também o primeiro filme produzido em todo o mundo com uma nova tecnologia de animação vectorial 2D utilizando estruturas de animação, com um contexto tecnológico de produção que foi objecto de investigação no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro.
Em Junho próximo, “Até ao Tecto do Mundo” irá integrar a selecção do Panorama do 48º Festival de Cinema para a Infância e Juventude de Zlín na República Checa e a competição oficial do Festival Iraniano de Cinema para a Infância e Juventude de Hamadan, uma das mais antigas cidades do mundo.

“Até ao Tecto do Mundo” é um filme para crianças num Reino em que tudo é proibido. O Rei constrói no castelo uma infindável torre, enquanto a floresta, fornecedora de todos os materiais, vai sendo dizimada. O jovem protagonista do filme tenta salvar a floresta, mas… apaixona-se...
Com música do Maestro António Vitorino d’Almeida, “Até ao Tecto do Mundo” é uma nova versão do filme que abriu o CINANIMA’06 em estreia mundial, nesse que é considerado o mais importante festival internacional de cinema de animação da Península Ibérica e um dos incontornáveis no contexto da animação mundial.
Produzido com o apoio financeiro do ICA / Ministério da Cultura, da RTP e com participações diversas, nomeadamente do Instituto da Juventude, este filme mobilizou grande parte dos profissionais da animação portuguesa do norte do país.

quinta-feira, 24 de abril de 2008

LINDA SEGER, A MAIS EMBLEMÁTICA “SCRIPT ANALYSER” DO CINEMA AMERICANO NO AVANCA’08


Linda Seger, a mais conhecida consultora de escrita de argumentos do cinema americano, será uma das personalidades que este ano irá orientar um dos workshop do 12º Festival de Cinema AVANCA’08.
Autora de vários livros sobre argumento cinematográfico, vários dos quais transformaram-se em best-sellers no mercado americano nomeadamente “Making a Good Script Great”, “Creating Unforgettable Characters” e “Making a Good Writer Great”.
Esta sua última obra deverá ser editada em Portugal, devendo o seu lançamento ocorrer durante o Festival de Avanca.
Desde 1981 Linda Seger tem trabalhado como consultora de argumento em mais de 2000 filmes e programas de televisão, alguns deles realizados por Peter Jackson, John Boorman, Clint Eastwood, Abel Ferrara, Roland Emmerich, John Irvin, Kayo Hatta, etc.
Colaborou com variadíssimas companhias do cinema e televisão de todo o mundo, nomeadamente as norte-americanas ABC, CBS, NBC Networks, Disney, Turner Network, organizações profissionais como a Motion Picture Academy, American Film Institute e grémios de realizadores e argumentistas nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Rússia e em vários países europeus.
Professora de argumento em numerosas universidades americanas (UCLA, USC, Grand Canyon College, McPherson College, University of LaVerne. The Colorado College, UC-Santa Barbara, Biola College, University of Wisconsin), tem leccionado em diversas escolas de cinema, nomeadamente na Film School of Switzerland, European Film College, Danish Film School, Australian Film Television and Radio School e nas escolas de cinema e televisão de Munique e Moscovo.
Tendo realizado seminários e consultadoria em mais de 30 países, esta é a sua primeira passagem por Portugal.
Considerado como o maior espaço europeu de workshops internacionais na área do cinema e do audiovisual, o “AVANCA’08 – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia” integra ainda uma competição internacional de filmes inéditos em Portugal, para a qual estão a chegar a Avanca obras de cerca de 60 países.
Estão previstos ainda workshops na área da realização, direcção de actores, cinematografia, animação, documentário e outras áreas, que irão decorrer de forma simultânea entre 23 e 27 de Julho próximo.
O AVANCA’08 acontece todos os anos em Avanca no Distrito de Aveiro e é uma organização do Cine-Clube de Avanca e Câmara Municipal de Estarreja com o apoio do ICA / Ministério da Cultura, Instituto Português da Juventude, Região de Turismo Rota da Luz, INATEL, Junta de Freguesia, Agrupamento de Escolas e Paróquia de Avanca, para além de várias entidades locais.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

FILMES EM CANAIS DE TV NA WEB EM COMPETIÇÃO NO AVANCA’08


Depois dos VLOGS em competição no Festival do ano passado, os “Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia – AVANCA’08”, abrem este ano um novo espaço de competição para filmes em exibição nos canais de televisão na Web.
Marcando um novo espaço de exibição de filmes, nomeadamente os de curta duração, a WEB tem vindo a registar um número crescente de canais de televisão em distribuição na rede Internet, abrindo um novo espaço para a exibição da produção mundial de obras audiovisuais.
Para além desta competição, que integra a componente Multimédia, o AVANCA’08 terá de novo em competição obras de cinema, vídeo e documentários televisivos.
Anualmente e sempre na última semana de Julho, o festival AVANCA’08 exibe uma selecção de obras inéditas em Portugal, vindas de todo o mundo, reflectindo a produção mundial contemporânea do cinema e do audiovisual.
Numa competição única envolvendo todos os suportes de filmes, pelo AVANCA’08 irão passar longas e curtas metragens de ficção, animação, vídeos, documentários televisivos e a nova aposta de competição no âmbito da multimédia.
O Festival de Avanca tem sido um espaço muito atento ao desenvolvimento tecnológico na área dos audiovisuais e da multimédia, tendo sido responsável em 1997 pela primeira competição internacional no nosso país aberta ao formato dos CD-ROMs e das páginas na WEB. O AVANCA foi também o primeiro festival a aceitar DVDs na sua competição multimédia, iniciando um novo ciclo na forma de olhar a multimédia.
Coincidindo com os tempos em que o formato CD-ROM foi ultrapassado e substituído pelo espaço da “internet”, em 2003 o Festival de AVANCA abriu a competição multimédia aos “web movies”, numa altura em que a ”banda larga” dava os seus primeiros passos para a implantação que hoje tem.
Em 2004 o AVANCA voltou a inovar, realizando a primeira exposição na Europa de filmes de produção europeia nos ecrãs dos telemóveis. Na altura, a série de animação “Histórias a passo de Cágado” do decano do cinema de animação português Artur Correia, foi a obra que estreou este novo suporte, tendo também sido exibidos alguns episódios da série de animação “Vamos Cantar” de Vítor Lopes e Carlos Cruz.
Após os vídeo blogs em 2007, a multimédia tem nos canais de televisão na web um novo suporte.
A selecção dos filmes que irão estar em competição no AVANCA’08 decorrerá a partir de Maio, altura em que se deverão ter chegado a Avanca inscrições de filmes de todo o mundo. Em 2007 chegaram filmes de 62 países.
O AVANCA’07 é uma organização do Cine-Clube de Avanca, Câmara Municipal de Estarreja e tem o apoio do ICA/Ministério da Cultura, IPJ, Região de Turismo Rota da Luz, Inatel, Junta de Freguesia, Escola Dr. Egas Moniz e Paróquia de Avanca entre outros.

quinta-feira, 3 de abril de 2008

GRANDES ESPERANÇAS encerra Chinema´08

«Grandes Esperanças» é o título do documentário que será exibido e apresentado pelo seu realizador, Miguel Marques, na próxima Terça-feira, 8 de Abril, às 21h30, no Teatro Aveirense, no encerramento do «Chinema´08». Promovido pela Associação para a Cooperação Cultural Portugal-China, em parceria com o Festival AVANCA’08, Cineclube de Avanca, Cineclube de Aveiro, Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro e Teatro Aveirense, este Ciclo de Cinema arrancou em Fevereiro com o objectivo de proporcionar um breve olhar sobre o cinema contemporâneo em Portugal e na China.

Produzido pelo Cine-Clube de Avanca, este filme é o resultado de um longo tempo de filmagens na Loja do Cidadão no Porto, permitindo-nos entrar nos meandros da burocracia - uma aventura inesperadamente cómica q.b.
«Grandes Esperanças» dá-nos uma visão de conjunto e quase trágica dos processos de legitimação do indivíduo perante o Estado, mostrando como toda a nossa existência depende, do nascimento à morte, da Instituição que organiza a vida em sociedade e que aqui aparece na sua dimensão abstracta e coerciva. E, provavelmente com este documentário, só lhe vemos a ponta do icebergue…Em complemento a este filme, do realizador português Miguel Marques, será exibida uma curta-metragem chinesa.A realização do Chinema´08 cumpre um dos objectivos da Associação para a Cooperação Cultural Portugal-China: promover o intercâmbio cultural e científico entre Portugal e a China, nomeadamente «através da realização de actividades e ciclos como este que melhorem o conhecimento da cultura dos dois países, com especial ênfase na arte contemporânea», explica o vice-presidente da Direcção da ACCPC, Prof. Luís Menezes.Este docente da Universidade de Aveiro adianta também que a iniciativa quis atrair uma audiência composta por elementos da população de ambas as culturas. «Cada sessão de cinema contou com uma longa metragem de um dos países e uma curta metragem do outro país, alternando a ordem em cada sessão, dando assim a conhecer a ambas as culturas, uma pequena mostra de algum cinema contemporâneo de qualidade nos dois países», esclarece.O CHINEMA’08 é uma organização da Associação para a Cooperação Cultural Portugal-China, do AVANCA’08, Cineclube de Avanca, Cineclube de Aveiro eTeatro Aveirense, contando com o patrocínio da Fundação Oriente, Fundação da Casa de Macau, Universidade de Aveiro, Clube de vídeo Ovelha Negra e o apoio da Câmara Municipal de Aveiro, Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, Diário de Aveiro e da Fundação João Jacinto de Magalhães.

(notícia adaptada do serviço http://uaonline.ua.pt)

FILMES PRODUZIDOS PELA FILMÓGRAFO E CINE-CLUBE DE AVANCA EM COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS

Em Salerno, Itália, integrando a competição oficial do “12º Festival Internacional de Cinema de Animação CARTOONS ON THE BAY”, a série de animação de Vítor Lopes “Living in the trees” irá concorrer ao Pulcinella Awards, na categoria de series de TV. Esta série teve a produção da Fimógrafo e em 25 episódios e num ramo de uma árvore, acontecem as mais inesperadas, divertidas e corrosivas situações.
CARTOONS ON THE BAY irá acontecer entre 10 e 13 do corrente mês de Abril.
Neste festival, também estará em competição a curta-metragem de animação “Cães Marinheiros” de Joana Toste, igualmente produzida pela Filmógrafo.
Este filme, baseado num conto de Helberto Hélder, de autoria conjunta com André Ferrão e com música de José Peixoto, irá estar também em competição no Festival Internacional de Cinema de Animação “ReAnimacja” a decorrer na Polónia, na cidade de Lodz de 25 a 27 de Abril.
“Cães Marinheiros” e a curta-metragem “MTV Birth” de Xavier Almeida, produzida pelo Cine-Clube de Avanca, estarão ainda na competição oficial do “6º Festival Internacional de Animação BIMINI” que este ano irá acontecer na cidade de Batumi na República Autónoma de Ajara na Geórgia. O festival irá exibir todos os filmes em competição entre os próximos dias 24 e 27.

Todos estes filmes foram produzidos no estúdio de animação do Cine-Clube de Avanca e o filme “Cães Marinheiros” teve o apoio financeiro do ICA/Ministério da Cultura, da RTP e da Câmara Municipal do Porto.